Header Ads Widget

header ads

Aglomerações de pessoas têm sido constante em Capanema

Fila de pessoas aguardando atendimento na Caixa - Foto: FOLHA 390

Situação delicada durante esse período de pandemia em Capanema.
Na manhã desta quinta-feira, 27/08 nossa equipe de reportagem constatou novos focos de aglomerações na cidade. O ponto mais crítico foi identificado na agência da Caixa Econômica Federal, localizada à altura do número 982 da Avenida Barão de Capanema, onde por volta das 11:00 hrs da manhã, a fila ultrapassava as imediações do prédio da Secretaria de Saúde, já na Travessa César Pinheiro. 
Fila de pessoas aguardando atendimento na Caixa - Foto: FOLHA 390

Ao serem entrevistadas, algumas pessoas que estavam na fila relataram que haviam chegado ainda no período da madrugada (por volta das 3 horas da manhã) e que não tinham certeza se conseguiriam atendimento no mesmo dia. 

A cena é de chamar a atenção: pessoas sentadas na calçada almoçando quentinhas em meio ao sol, outros tentando se proteger do calor com as próprias pastas onde portavam seus documentos [...] A maioria dessas pessoas são oriundas de comunidades rurais e dos municípios vizinhos. 

Reclamações sobre o tratamento recebido por alguns funcionários da instituição também foram relatadas. Contudo, a redação da Folha 390 tentou contato com a Caixa pelo número (91) 3411-1300, mas não obteve sucesso. O telefone retorna apenas com uma mensagem gravada indicando outros números de atendimento aos usuários dos serviços da Caixa, sem direcionar a ligação para que pudéssemos falar com alguém da agência de Capanema, a fim ouvir os respectivos esclarecimentos.

Desde que a Caixa foi indicada pelo Governo Federal como a instituição responsável pelos pagamentos do Auxílio Emergencial, essa mesma situação tem sido registrada em diversas outras cidades do país. Em Capanema durante o período do lockdown a prefeitura ainda chegou a colocar tendas para ajudar os usuários, porém, o artefato já fora retirado pelo órgão e as pessoas continuam ao sol.

Também nas mediações do prédio da agência do DETRAN em Capanema foi constatado aglomerações de pessoas. Em decorrência do isolamento social, houve acúmulo de demanda e agora há aumento da procura por atendimento, produzindo aglomeração de pessoas na parte de fora, durante a espera na fila, já que a agência atende também a região dos caetés.

Fila de pessoas aguardando atendimento na agência do DETRAN - Foto: FOLHA 390

Diante desse quadro, vale ressaltar que apenas o uso de máscara não é suficiente para proteger as pessoas do vírus da COVID-19, sendo necessários outros cuidados como o distanciamento social e a higienização das mãos com álcool 70º ou lavagem com água e sabão . As aglomerações representam risco sanitário, considerando que ainda estamos passando pela fase da pandemia.

Da Redação
FOLHA 390



Postar um comentário

0 Comentários