Header Ads Widget

header ads

No aniversário de 408 anos, Bragança no Pará ganha nova emissora de rádio

Imagem/divulgação

 
Bragança completou nesta quinta-feira (08) 408 anos de fundação. Ocupado inicialmente pelos índios Tupinambás, o município integrou no século XVII a capitania do Gurupy, que pertencia a Gaspar de Souza, Governador Geral do Brasil. É uma das mais antigas cidades do Pará. 

Localizado na região nordeste paraense, distante cerca de 200 km da capital Belém, o município é o maior polo pesqueiro do Estado. Terra de ricas manifestações culturais, Bragança se destaca na gastronomia, na religiosidade, na música e na dança de raiz (xote, mazurca, toadas de boi, marujada...) também é famosa pela tradicional festa de São Benedito de Bragança, celebrada no 26º dia do mês de dezembro. Com enorme vocação para o turismo, a cidade ostenta as belezas da arquitetura colonial portuguesa somada à exuberância natural das praias e sítios ecológicos.

Fim de tarde na Ilha de Canela em Bragança-PA

Durante as comemorações do aniversário da cidade, a Fundação Educadora de Comunicação inaugurou a Nova Rádio Educadora FM 93.7 MhZ (antiga Educadora AM 1.630 KhZ) e a Rádio Rosário FM 106,7 (Antiga Educadora FM) que a partir de então terá uma programação 100% voltada para o público religioso. A programação iniciou bem cedo, com apresentações culturais na sede da Fundação, seguida de uma missa em ação de graças, presidida pelo Bispo D. Jesus Maria Cizaurre Berdonces , às 08:00h na igreja Catedral de Nossa Senhora do Rosário.

Pertencente ao grupo das emissoras mais antigas do Pará (foi a segunda rádio a entrar em funcionamento no Estado), a rádio Educadora AM 1.390 foi fundada na década de 1960 pelo bispo prelado D. Elizeu Maria Corolli, com a missão de levar educação e cidadania para o povo amazônico através do Sistema Educativo Radiofônico (SERB) que atua ainda hoje como um polo de Educação à Distância, com aulas da Educação de Jovens e Adultos (EJA) transmitidas pelo Rádio às comunidades rurais. 

Unidade Móvel da Rádio Educadora (Acervo Fundação Educadora)

Estudantes da Amazônia acompanhando as aulas do SERB (Acervo da Fundação Educadora)

Com o passar dos anos a radio se consolidou como "A voz católica da família bragantina" vindo a passar recentemente por um processo de modernização, que culminou com a migração  do AM 1390 Khz para o FM 93,7 Mhz na manhã desta quinta-feira, dada a obsolescência da frequência em Amplitude Modulada (AM).

Momento de "virada da chave" do sinal AM para o FM (Foto: Marcelle Pires)

"Existe uma Bragança antes e depois da Rádio Educadora [...] A rádio Educadora AM, a sintonia da paz, por mais de 60 anos adentrou na casa dos bragantinos, não só dos bragantinos, mas de todo o nosso povo amazônida. E agora nós damos continuidade a essa nova fase, novo tempo [...] com novos equipamentos, uma qualidade de som muito melhor, sem interferências [...] Adeus rádio Educadora AM 1390, obrigado por tudo! " Afirmou o Padre José de Arimatéia (Pe. Ari), diretor presidente da Fundação Educadora de Comunicação, no discurso que antecedeu o momento de "virada da chave", ato simbólico realizado pelo Bispo D. Jesus, no estúdio da Nova Educadora FM 93,7.

"Durante 30 dias, o sinal AM na faixa dos 1390 kHz ocupado pela Educadora de Bragança desde 12 de novembro de 1960 será mantido simultaneamente ao novo sinal, na faixa 93,7 MHz. A previsão é que o transmissor AM seja desligado em 8 de agosto de 2021". - Informou em nota a emissora.

No Dia Internacional do Rádio (13 / fev.), a nossa emissora fez uma reportagem especial sobre a Rádio Educadora de Bragança. Você pode acompanhar no player a seguir:

Reportagem:

Antonio Victor, Jornalista (FOLHA 390)




Postar um comentário

0 Comentários