Header Ads Widget

header ads

Belém (PA) e Sapucaia do Sul (RS) têm concessões de iluminação pública concluídas

 

Parcerias Público Privadas na iluminação pública, o novo filão - Isso é bom  para os municípios? - Ecoa

As cidades de Belém, no Pará, e Sapucaia do Sul, no Rio Grande do Sul, vão receber, em 13 anos, até R$ 310 milhões em investimentos nos seus parques de iluminação pública. Isso porque, os serviços foram leiloados na última sexta-feira (6), em São Paulo. 

Ao todo, cada um dos municípios recebeu oito propostas para privatização da iluminação pública. De acordo com o governo federal, os consórcios que venceram o leilão foram aqueles que apresentarem a menor contrapartida mensal para a prestação dos serviços, o que significa que as prefeituras vão pagar o menor valor possível dentro das propostas oferecidas. 

MDR destina verba para que 84 cidades do Brasil estruturem serviços de iluminação pública

Guia destinado ao setor público orienta sobre projetos de Parcerias Público-Privadas

Na capital paraense, o consórcio Luz de Belém II venceu a disputa. A ideia do grupo é modernizar um parque com mais de 85,3 mil pontos de luz, investindo cerca de R$ 268,6 milhões. A infraestrutura vai atender cerca de 1,5 milhão de pessoas e o sistema deve ter ganhos de 46,4% em eficiência. 

Já no município gaúcho, o vencedor foi o consórcio Ilumina Sapucaia do Sul, cujo investimento projetado é de quase R$ 40 milhões, o que deve beneficiar 141 mil moradores e aumentar em 66,2% a eficiência energética. 

BRASIL 61 - Agência Parceira FOLHA 390

Postar um comentário

0 Comentários